GLAN - Grêmio Literário de Autores Novos
"Um Celeiro Cultural"
"Um Celeiro Cultural"
O GLAN
Novidades e Eventos
Poesias
Contos
Humor
Galeria de Fotos
Poesias

Ivanildo

Ivanildo Martins Gonçalves

TROVAS E METRIFICAÇÃO

I - Versos.
Primeiramente é preciso entender os elementos da trova: os versos. Podemos dizer que verso é cada linha da composição poética.
Temos versos agudos, graves e esdrúxulos:
Os versos agudos são finalizados sempre com uma palavra oxítona e, portanto não sobra sílaba poética no fim do verso.
EX: ...Antes havia entre nós...

Os versos graves são finalizados com palavras paroxítonas e sobra sempre uma silaba poética no final.
EX: ... O amor que julguei perfeito...

Os versos esdrúxulos são finalizados com palavras proparoxítonas e sempre sobram duas ou mais sílabas poéticas no final do mesmo.
EX: ...Ela exibe nova plástica

II - Você sabe o que é uma trova?
Trata-se de uma composição poética que resume um assunto em apenas quatro versos de sete silabas poéticas (sete sons) cada. Um detalhe importante é que a trova tem de ser rimada e corretamente metrificada , caso contrário, deixa de ser uma trova. Nisso se distingue a quadra da trova, pois aquela não está sujeita a estas regras severas que regem a trova.
Embora toda trova seja uma quadra (formada por quatro versos), nem toda quadra é uma trova.
Outro detalhe importante é que não faz sentido atribuir um título a uma trova, como se faz com um poema. O título diz sobre o que trata o texto e, como a trova inicia e encerra claramente o assunto em seus quatro versos, embora não seja proibido, o título se torna desnecessário.

Exemplo de trova:

Eu não fecho minha porta
Para o filho que é culpado:
A    flecha não voa torta,
É o arco que atira errado.
Pedro Viana Filho

III – Eu disse que a trova tem que ser metrificada, mas o que é metrificação?
Não ousaria fazer uma abordagem profunda aqui, mas posso dizer de uma maneira resumida, que a metrificação é uma forma de ordenar os versos, distribuindo os sons de forma rítmica e harmoniosa segundo algumas regras estabelecidas no meio poético (versificação).
É uma divisão rítmica das sílabas com a junção harmônica das vogais próximas formando as sílabas poéticas que se expressam cada uma num único som.
Ex:
Eu-não-fe-cho-mi-nha-por-ta (8 sons)
Pa-rao-fi-lho-queé-cul-pa-do: (8 sons)
A-fle-cha-não-vo-a-tor-ta, (8 sons)
Éo-ar-co-quea-ti-re-rra-do. (8 sons)

Um detalhe importante é que, embora, algumas vezes coincida com a divisão silábica gramatical, a divisão silábica poética ou contagem de sons da metrificação no geral é bem diferente. Normalmente os autores preferem dizer sons quando se referem ao que eu chamo sílaba poética.

Na trova acima vemos que segundo a metrificação todos os versos têm oito sons, mas eu disse lá no início desse tópico que a trova tem que ter apenas sete sons.
É que nestes versos o oitavo som fica “morto”, pois o sétimo som sendo mais forte abafa o oitavo:
1)Eu-2)não-3)fe-4)cho-5)mi-6)nha-7)por-8)ta
1)Pa-2)rao-3)fi-4)lho-5)queé-6)cul-7)pa-8)do:
1)A-2)fle-3)cha-4)não-5)vo-6)a-7)tor-8)ta,
1)Éo-2)ar-3)co-4)quea-5)ti-6)re-7)rra-8)do.

Outro exemplo com versos de sete e oito sons:

Antes havia entre nós
O amor que julguei perfeito.
Agora somos dois sós
Dormindo no mesmo leito.
Silvina Antunes Leal

An-tes-há-vi-en-tre-nós (7 sons)
Oa-mor-que-jul-guei-per-fei-to. (8 sons)
A-go-ra-so-mos-dois-sós(7 sons)
Dor-min-do-no-mês-mo-lei-to. (8 sons)

Para que a metrificação da trova esteja correta, independente de ter sete, oito ou mais sons o sétimo som deve sempre ser o “mais forte”.

A princípio, a técnica de metrificação, por envolver estas e outras regras mais que eu não abordei aqui, parece muito difícil. Com a prática se torna tão simples a ponto de o trovador fazê-la automaticamente, tendo apenas que fazer uma rápida conferência em tudo o que compõe.

Bem, por hora vou parar por aqui, mas futuramente poderemos ir mais além. Você pode buscar algumas trovas na internet e aprender mais ao analisar sua metrificação na contagem dos sons de seus versos.  Acredito que você já tem aqui os recursos básicos para ensaiar suas primeiras trovas e com mais estudo e dedicação poderá tornar-se um grande trovador.

Vamos fermentar a nossa cultura literária!

 

 

 

 

 

 

 

Sonho de Ano Novo

Pobreza

Súplica

Flor Menina

Porto Abandonado

Voz de Ouro

Impulsos do Amor

Ausência

O GLANNovidades e EventosPoesiasContosHumorGaleria de Fotos